Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
20/06/18 às 11h03 - Atualizado em 14/08/18 às 10h39

Segunda Via do Certificado de Registro de Veículo (CRV) ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV)

 

 

É o processo de emissão de um novo Certificado de Registro de Veículo – CRV (DUT) ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo – CRLV, por solicitação do proprietário ou do seu representante legal, motivado por dano, rasura, preenchimento incorreto ou indevido, extravio, roubo ou furto do documento original.

 

No caso de roubo ou furto de CRLV/CRV, a segunda via será emitida sem ônus, uma única vez por documento, mediante apresentação do boletim de ocorrência devidamente homologado e assinado por agente responsável, no qual deverá constar o CRLV e/ou CRV como documento envolvido. A emissão sem ônus se dará até 60 dias da data de ocorrência do fato, conforme Lei nº 5.817, de 6 de abril de 2017.

 

 

1.Ser proprietário ou representante legal.

2.Débitos vencidos quitados.

3.Se PROPRIETÁRIO: original da identificação pessoal oficial, com foto recente e em bom estado de conservação, e Cadastro de Pessoa Física – CPF.

4.Se REPRESENTANTE LEGAL: cópia autenticada ou comum do documento de identificação pessoal oficial, acompanhada do original, em bom estado de conservação, com foto atualizada; CPF; e documentos que comprovem a representação legal (Ex.: Procuração, Contrato Social, Estatuto ou Ata da assembleia que nomeia os seus representantes, Requerimento Empresário Individual, Termo de Curatela, Termo de Tutela, Autorização Judicial, Escritura Pública de Formal de Partilha e outros). Em casos de Pessoa Jurídica, acrescentar Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica – CNPJ.

5.Boletim de ocorrência, caso CRLV roubado ou furtado.

 

Para emissão de 2ª via do CRLV/CRLV roubado ou furtado, o Boletim de Ocorrência deve estar homologado e constar, por escrito, o nome do documento roubado ou furtado. O CRLV deve ter sido emitido pelo Detran-DF. A segunda via do documento no caso de roubo ou furto deverá ser requerida no prazo máximo de 60 (sessenta) dias do registro do fato, sendo que após essa data perderá o direito expresso em lei. (Lei nº 5.817, de 6 de abril de 2017).

 

Documentos registrados, reconhecido firma, procurações, escrituras públicas entre outros feitos em cartórios de outra UF, deverão, obrigatoriamente, serem abonados (reconhecimento da assinatura do tabelião do cartório de origem) em um cartório do Distrito Federal, não sendo aceito abono feito em cima de outro abono.

 

 

1.Ser proprietário ou representante legal.

2.Débitos vencidos quitados. Não poderá haver parcelamento de IPVA e/ou de débitos de multas ativos.

3.Não deve constar financiamento ativo em nome de terceiro.

4.Se Proprietário: original e cópia da identificação pessoal oficial, com foto recente e em bom estado de conservação, e Cadastro de Pessoa Física – CPF.

5.Se REPRESENTANTE LEGAL: cópia autenticada ou comum do documento de identificação pessoal oficial, acompanhada do original, em bom estado de conservação, com foto atualizada; CPF; e documentos que comprovem a representação legal (Ex.: Procuração, Contrato Social, Estatuto ou Ata da assembleia que nomeia os seus representantes, Requerimento Empresário Individual, Termo de Curatela, Termo de Tutela, Autorização Judicial, Escritura Pública de Formal de Partilha e outros). Em casos de Pessoa Jurídica, acrescentar Cadastro Nacional de Pessoal Jurídica – CNPJ.

 

Para emissão de 2ª via de CRV, em ser tratando de veículo com arrendamento mercantil (leasing), apresentar autorização do agente financeiro, proprietário do bem, junto com a procuração ou contrato social que comprove a representação legal de quem assinou pelo agente financeiro.

Documentos registrados, reconhecido firma, procurações, escrituras públicas entre outros feitos em cartórios de outra UF, deverão, obrigatoriamente, serem abonados (reconhecimento da assinatura do tabelião do cartório de origem) em um cartório do Distrito Federal, não sendo aceito abono feito em cima de outro abono.

 

 

Os valores cobrados pelo serviço, bem como os possíveis serviços complementares, podem ser consultados na Tabela de Preços do Detran-DF.

 

Para emissão de 2ª via do CRLV

– CRLV (Certificado de Registro de Licenciamento de Veículo) – 2ª via do documento

 

Para emissão de 2ª via do CRV (DUT)

 – CRV (Certificado de Registro de Veículo) – 2ª via do documento

 

O pagamento do serviço deverá ser realizado em uma agência bancária de um do(s) banco(s) indicado(s) no(s) boleto(s) de pagamento.

 

 

Gratuidade: Em caso de roubo ou furto do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e Certificado de Registro de Veículo (CRV), este poderá ser emitido com isenção da taxa de segunda via do documento, conforme previsto na Lei nº 5.817, de 6 de abril de 2017.

 

 

– Presencialmente:

Em um dos postos de atendimento do Detran-DF, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

Em uma dos postos de atendimento do Na Hora, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 19h, aos sábados, das 8h às 13h.

 

O serviço de Emissão da 2ª via do CRV (DUT) não é realizado nos postos de atendimento do Na Hora.

 

 

1.Realizar o pagamento dos débitos relativos à Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores – IPVA (Consulte SEFAZ), Taxa de Licenciamento Anual e Seguro Obrigatório – DPVAT e demais débitos vencidos, como multa de trânsito (Consulte Detran-DF).

2.Comparecer a uma unidade de posto do Detran-DF ou do Na Hora, levando os documentos necessários. A emissão de 2ª via do CRV (DUT) não é realizada nos postos do Na Hora.

3.Realizar o pagamento do boleto em uma agência bancária de um do(s) banco(s) indicado(s) no(s) boleto(s).

4.Aguardar, por cerca de 1 hora, a confirmação do pagamento no sistema informatizado do Detran-DF.

5.Retornar ao atendente, para emissão da 2ª via do CRV (DUT).

6.Em caso de 2ª via do CRLV, poderá ser retirado em qualquer unidade de posto do Detran-DF ou do Na Hora.

 

A emissão e entrega da 2ª via do CRV e/ou CRLV é imediata, após confirmação do pagamento do serviço no sistema informatizado do Detran-DF.
Conforme a Lei nº 10.048, de 08 de novembro de 2000, alterada pela Lei nº 10.741/2003, as pessoas portadoras de deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, as gestantes, as lactantes e as pessoas acompanhadas por crianças de colo terão atendimento prioritário.

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo de Brasília

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)