Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/05/16 às 15h50 - Atualizado em 1/11/18 às 11h42

Detran apoia campanha de combate ao abuso e exploração sexual

Slogan da campanha: “Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes”

(Brasília, 19/05/2016) – O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), por meio do Núcleo de Qualidade de Vida (Nuquav), realizou na manhã de quarta-feira (18), campanha em apoio à Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, do Governo de Brasília, na  unidade de Sobradinho (Gertran IV).

A ação teve como objetivo, conscientizar e chamar a atenção de servidores e da população, para a importância da data de 18 de maio, quando é projetado o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes no Brasil.

A campanha “Faça bonito. Proteja nossas crianças e adolescentes” faz um alerta à sociedade para que sejam denunciados os casos suspeitos, assim como os casos conhecidos de alguma criança ou adolescente que esteja sofrendo violência.

Para Bárbara Cristina, de 17 anos, estagiária da Gertran IV, ações como esta servem para alertar as pessoas, que muitas vezes não têm conhecimento da campanha. “Hoje em dia existem muitos casos de abuso sexual e, como eu, existem muitas pessoas que nunca ouviu falar sobre esse dia, que serve como alerta para todos nós”.

O gerente da unidade do Detran de Sobradinho, Giovani Cândido, também apóia a campanha e afirma que ações simples e efetivas são fundamentais para o aprofundamento sobre o tema. “O dia nacional de combate ao abuso e à exploração sexual contra crianças e adolescentes é uma ação social que serve como caminho para conscientização e esclarecimento. A entrega de folders aqui no Detran de Sobradinho é uma oportunidade de impactar a população com algo em mãos. É muito importante preservar a integridade física e emocional das crianças e adolescentes.”

Denúncias pelo Disque 100

Para denunciar casos de abusos contra crianças e adolescentes, basta entrar em contato com o Disque Direitos Humanos, através do número 100, ou acionar o Conselho Tutelar mais próximo. Não é necessário se identificar.

Histórico da campanha

Em 1973, um crime bárbaro chocou o Brasil. Seu desfecho escandaloso seria um símbolo de toda a violência que se comete contra as crianças. Com apenas oito anos de idade, Araceli Cabrera Sanches foi seqüestrada em 18 de maio de 1973. Ela foi drogada, espancada, estuprada e morta por membros de uma tradicional família capixaba. O caso foi tomando espaço na mídia. Mesmo com o trágico aparecimento de seu corpo, desfigurado por ácido, em uma movimentada rua da cidade de Vitória (ES), poucos foram capazes de denunciar o acontecido. O silêncio da sociedade capixaba acabaria por decretar a impunidade dos criminosos.

Os acusados, Paulo Helal e Dante de Brito Michelini, eram conhecidos na cidade pelas festas que promoviam em seus apartamentos e em um lugar, na praia de Canto, chamado Jardim dos Anjos. Também era conhecida a atração que nutriam por drogar e violentar meninas durante as festas. Paulo e Dantinho, como eram mais conhecidos, lideravam um grupo de viciados que costumava percorrer os colégios da cidade em busca de novas vítimas.

A capital do estado era uma cidade marcada pela impunidade e pela corrupção. Ao contrário do que se esperava, a família da menina silenciou diante do crime. Sua mãe foi acusada de fornecer a droga para pessoas influentes da região, inclusive para os próprios assassinos. Apesar da cobertura da mídia e do especial empenho de alguns jornalistas, o caso ficou impune. Araceli só foi sepultada três anos depois. Sua morte ainda causa indignação e revolta.

Lei federal

A Lei nº 9.970/2000 – Institui o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infanto-juvenil.
Art. 1º. Fica instituído o dia 18 de maio como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes.
Fonte: http://facabonitocampanha.blogspot.com.br/

 

 

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)