Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
23/01/18 às 13h43 - Atualizado em 1/11/18 às 11h37

Detran flagra condutora dirigindo com a CNH suspensa

Veículo tem mais de R$ 29 mil em débitos

(Brasília, 22/01/18) – Na tarde dessa segunda-feira (22/01), na região do Centro de Atividades do Lago Norte, equipes do Detran-DF abordaram um veículo Fiat Uno, com  R$ 29.282,16 em débitos. O automóvel era conduzido por uma motorista que está com o direito de dirigir suspenso desde 2016. Em janeiro deste ano, a condutora já havia sido flagrada pela fiscalização cometendo a mesma infração.

A motorista foi encaminhada para a 6° Delegacia de Polícia e o veículo removido ao Depósito do Detran. De acordo com o art. 307 do Código de Trânsito Brasileiro, a violação da suspensão ou da cassação da habilitação configura crime, com detenção de seis meses a um ano. O condutor suspenso que é flagrado dirigindo recebe a multa de R$ 880,41 e responde ao processo de cassação de CNH. Nesse caso, só poderá conduzir veículo após dois anos, além de ser obrigatório realizar todo o processo de habilitação novamente.

Em 2016, foram flagrados 544 condutores dirigindo com a CNH suspensa ou cassada. Com a intensificação das ações, em 2017, foram autuados 1.137 condutores dirigindo com a CNH suspensa ou cassada. O que representa um aumento de 109% em relação ao ano anterior. Uma média de três motoristas autuados por dia nas vias do DF.

Pontos para a Vida

Desde abril de 2017, o Detran tem promovido a Operação Pontos para a Vida (PPV), que é voltada a monitorar e retirar das vias os motoristas que foram penalizados e continuam cometendo infrações.  Em oito meses, a Operação flagrou 398 condutores suspensos ou cassados. Cerca de 90% dos condutores flagrados na Operação estavam suspensos por dirigirem alcoolizados.

A PPV conta com o apoio da Polícia Civil, no registro da ocorrência do crime de violação da suspensão, e do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) para que os infratores sejam penalizados criminalmente. A partir do trabalho da PPV, 58 processos judiciais já foram instaurados.

A Operação Pontos para a Vida (PPV) foi selecionada pela Asociacion Latinoamericana de Capacitacion e Ingenieria Vial (ALACI) para ser apresentada no IV Congresso Latino-Americano de Segurança no Trânsito e Formação de Condutores, que será realizado nos dias 17 e 18 de maio, em Belo Horizonte. O evento, que já foi promovido na Argentina (2017), México (2016) e Chile (2015), destaca trabalhos de toda a America Latina que são considerados soluções reais para problemas relacionados à violência no trânsito.  

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)