Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
19/04/17 às 21h22 - Atualizado em 1/11/18 às 11h41

Detran lança operação Pontos para a Vida

Fiscalização quer retirar das ruas condutores suspensos que insistem em dirigir

(Brasília, 19/04/2017) – O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran–DF) deu início a operação Pontos para a Vida, que consiste em retirar das vias os condutores suspensos ou cassados que continuam dirigindo. Segundo um levantamento da Diretoria de Policiamento e Fiscalização de Trânsito (Dirpol), cerca de 1.500 condutores, que estão impedidos de dirigir, podem estar descumprindo a penalidade.

Os dados foram constatados a partir do cruzamento entre as informações dos condutores e das infrações anotadas no registro dos veículos, dos quais esses infratores são proprietários. Ao verificar que persiste o cometimento de infrações, o que põe em risco a segurança no trânsito, o Detran dará prioridade para impedir que esses condutores contumazes continuem nas vias, por meio das operações de trânsito rotineiras e de ações específicas. 

Pontos para a Vida

O principal foco da operação são os condutores com o direito de dirigir suspenso ou cassado, que continuam cometendo infrações e, assim, acumulando pontuação. A ideia é produzir um placar a favor da paz no trânsito, ou seja, a partir dos pontos registrados na CNH desses infratores será produzido o Placar Pontos para a Vida, que demonstrará a importância de se retirar das vias os motoristas que põem em risco a segurança dos pedestres e demais condutores. Na primeira semana de operação, foram flagrados dez condutores, sendo nove suspensos e um cassado, que mesmo após serem impedidos de dirigir, somam juntos 831 pontos relativos a infrações de trânsito. 

Crescem as autuações de condutores suspensos ou cassados

De acordo com dados do Detran, neste ano foram autuados 283 condutores dirigindo com a CNH cassada ou suspensa. Esse número é maior que o registrado nos quatro primeiros meses de 2016, quando foram constatadas 111 infrações desse tipo.  A penalidade para quem insiste em dirigir é multa de R$ 880,41 e retenção do veículo. 

O condutor suspenso que continua cometendo infrações responde ao processo de cassação de CNH. Nesse caso, só poderá conduzir veículo após dois anos, além de ser obrigatório realizar todo o processo de habilitação novamente. O Código de Trânsito Brasileiro prevê, ainda, que a violação da suspensão ou da cassação configura crime de trânsito. 

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)