Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
8/11/18 às 13h11 - Atualizado em 8/11/18 às 13h21

Especialistas debatem o combate ao álcool e direção

Na manhã dessa terça-feira (06/11), o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) promoveu o seminário “A medicina do tráfego e o combate ao álcool ao volante – avanços, conquistas e desafios”. O evento, realizado em parceria com a Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília (UnB) e o Centro Interdisciplinar de Estudos em Transportes (CEFTRU), contou com a presença do Dr. Ulf Bjornsting, médico cirurgião, pesquisador, professor Sênior da Universidade de Umea, na Suécia, e membro da Associação Internacional de Medicina do Tráfego.

Durante o Seminário, Dr. Ulf apresentou dados de acidentes de trânsito ocorridos na Suécia, relacionados ao consumo de bebida alcoólica e outras drogas. Segundo o professor, na Suécia, cerca de 21% das vítimas hospitalizadas apresentaram resultado positivo para álcool ou droga e 50% das vítimas fatais apresentaram álcool ou outra substância psicoativa. Além da fiscalização, o país tem investido em tecnologia, melhorias de infraestrutura viária e programas de reabilitação para combater a direção de veículo após o consumo de álcool.

O evento também contou com a presença do Dr. Ricardo de Amoreira Gepp, neurocirurgião do Hospital Sarah Brasília, que lembrou que o índice de álcool nos acidentes de trânsito no Brasil é ainda maior que o apresentado na Suécia. Segundo Dr. Ricardo Gepp, a grande quantidade de pessoas lesionadas no trânsito tem gerado alto custo à sociedade. Para ele, é importante aliar ações de fiscalização e educação de trânsito, em especial que demonstrem as graves consequências que o acidente pode ocasionar.

A Gerente de Estatísticas do Detran-DF, Karina Alves Faria, lembrou que o Departamento tem feito estudos sobre o álcool e outras drogas nos acidentes de trânsito ocorridos no Distrito Federal. Um levantamento aponta, por exemplo, que há pedestres e ciclistas vítimas fatais no trânsito que apresentaram resultado positivo para álcool e/ou droga. A intenção é detalhar melhor as ocorrências para direcionar as ações de redução de acidentes e mortes no trânsito.

Além do álcool como fator de risco no trânsito, os especialistas lembraram que o uso do celular na direção de veículo tem contribuído para a ocorrência de acidentes automobilísticos. Segundo os especialistas, em muitas situações a distração causada pelo uso do equipamento se assemelha ao estado de embriaguez.

Também participaram do Seminário o Dr. Geraldo Guttemberg, presidente da Abramet-DF, o Diretor da Faculdade de Medicina da UnB, Professor Dr. Gustavo Adolfo Sierra Romero e a Dra. Natália Pereira, médica do Detran-DF.

 

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo de Brasília

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)