Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/10/18 às 14h11 - Atualizado em 31/10/18 às 15h14

Estudo revela que a redução de velocidade diminui acidentes

Um ano após a alteração do limite de velocidade, vias do DF zeraram o número de mortes no trânsito

(Brasília, 20/09/2018) – Um estudo da Gerência de Estatísticas do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) mostra que as vias urbanas que tiveram o limite de velocidade reduzido registraram uma significante queda no número de acidentes. Em 2016, o Detran-DF alterou o limite de velocidade da Avenida das Araucárias e da Avenida das Castanheiras, em Águas Claras, e das vias LJ 01, LJ 02, Avenida Comercial e Avenida Samdu, em Taguatinga. Um ano antes da alteração foram registrados, nessas vias, 313 acidentes de trânsito, já no ano posterior à mudança ocorreram 201, ou seja, houve uma redução de 35,7% no número de acidentes com vítimas.

Em 1° de abril de 2016, o Detran-DF alterou o limite de velocidade das Avenidas das Araucárias e das Castanheiras, de 60 km para 50 km. Um ano antes da mudança (02/04/2015 a 01/04/2016) foi registrado um acidente fatal, já no ano posterior à redução de velocidade da via (02/04/2016 a 02/04/2017) não foi registrado acidente com morte, ou seja, zerou esse tipo de ocorrência na via.  Se considerarmos os acidentes com feridos, no ano anterior foram 36 ocorrências e no ano posterior foram 22, uma redução de 39% dos acidentes não fatais. Na Avenida das Castanheiras ocorreram 24 acidentes com feridos, no ano anterior a mudança de velocidade e 20 no ano posterior, uma redução de 17% no número de acidentes.

Em Taguatinga, em 05 de junho de 2016, o Detran-DF alterou o limite de velocidade de 60km para 50km nas Avenidas Comercial e Samdu. No ano anterior a mudança (06/06/2015 a 05/06/2016) foram registrados três acidentes com mortes na Comercial Norte. No ano posterior (06/06/2016 a 06/06/2017) não houve acidente com óbito, uma redução de 100%. Em relação aos acidentes com feridos foram registrados 66 no ano anterior e 46 no posterior, uma redução de 30%. Na Comercial Sul foram 20 acidentes com vítimas no ano anterior e nove no posterior, uma redução de 55%. Em toda a extensão da via Samdu foram 99 acidentes com vítimas e no ano posterior foram 60, uma redução de 39%.

Já as vias LJ 01 e LJ 02, em Taguatinga Norte, tiveram a alteração do limite de velocidade de 60 km para 50 km, em 29 de agosto de 2016. Na via LJ 01, um ano antes da mudança, ocorreram 39 acidentes sem óbitos e no ano seguinte 28, uma diminuição de 28%. Já na via LJ 02 foram dois acidentes com mortes no ano anterior e nenhum no ano posterior à redução de velocidade. Em relação aos acidentes com feridos, no período anterior foram registradas 22 ocorrências e no ano posterior 14, uma redução de 36%. O levantamento do Detran-DF aponta ainda que a queda no número de acidentes se mantém dois anos após a alteração de velocidade (2017/ 2018). Na via LJ 02, por exemplo, até agosto de 2018, não houve acidente fatal e foi registrado apenas um acidente com ferido, o que representa uma redução de 96% nas ocorrências de acidentes de trânsito com vítimas em relação ao ano anterior à mudança do limite de velocidade.

Neste ano, o Detran reduziu a velocidade da via Terminal Norte, no Noroeste, e nas vias N2 e N3, em Ceilândia. Dados preliminares já indicam uma queda nas ocorrências de acidentes de trânsito. A redução do limite de velocidade é uma tendência mundial na gestão do trânsito. O relatório Managing Speed da Organização Mundial da Saúde (OMS) indica que, em todo o mundo, a velocidade excessiva ou inapropriada é a causa de uma em cada três mortes por acidentes de trânsito. Segundo o diretor-geral do Detran-DF, Silvain Fonseca, a velocidade é um fator determinante na ocorrência de acidentes. “As medidas de redução da velocidade visam garantir fluidez ao trânsito, segurança aos pedestres e ciclistas e principalmente reduzir os acidentes e mortes”, destaca Fonseca.

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)