Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/07/17 às 15h24 - Atualizado em 1/11/18 às 11h40

Fiscalização flagra 128 condutores alcoolizados

Os agentes autuaram ainda, 55 motoristas por problemas na CNH

(Brasília, 10/07/2017) – Em operações realizadas entre a madrugada de quinta-feira (06/07) até domingo (09/07), o Detran, em ações isoladas e conjuntas com a PMDF, autuou 128 condutores por dirigirem após a ingestão de bebida alcoólica, sendo que dois foram presos por apresentarem índice alcoólico considerado crime. Um condutor foi conduzido à delegacia por desacato e 208 veículos foram removidos para os depósitos do Detran. Durante as operações, as equipes de fiscalização flagraram 55 condutores com algum tipo de irregularidade na Carteira Nacional de Habilitação. Foram 33 sem possuir o documento, 19 com a data de validade vencida e outros três conduziam os veículos com o direito de dirigir suspenso.

Pontos para a vida

Os três motoristas autuados por dirigir com a CNH suspensa foram conduzidos à delegacia. De acordo com o art. 307 do Código de Trânsito Brasileiro, a violação da suspensão ou da cassação da habilitação configura crime de trânsito.

A Operação Pontos para a Vida é uma iniciativa do Detran que consiste em retirar das vias os condutores suspensos ou cassados que continuam dirigindo. Além de receber multa de R$ 880,41, o infrator também responde ao processo de cassação da CNH. Nesse caso, só poderá conduzir veículo após dois anos, sendo obrigatório realizar todo o processo de habilitação novamente.

Para o diretor-geral do Detran, os motoristas devem redobrar a atenção não somente com a data de validade da CNH, muito embora o órgão envie cartas de avisos, mas também com a questão dos exames médicos, que atestam as condições individuais de direção do condutor. “Isso é uma questão de segurança para todos os envolvidos no trânsito”, alerta Fonseca.

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)