Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
3/01/13 às 20h24 - Atualizado em 1/11/18 às 11h43

Mortes no trânsito diminuem 11% em 2012

DF atinge índice de mortes por 10 mil veículos mais baixo da história

Balanço divulgado pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal aponta menor número de mortes nos últimos seis anos. Em 2012 houve 414 mortes em 389 acidentes de trânsito no DF, 51 mortes a menos do que no ano de 2011. Desde 1995, quando o Detran iniciou os registros estatísticos de acidentes com morte, 2006 era o ano com menos óbitos no trânsito (414), número igual ao de 2012.

 

Os índices apontam considerável redução de acidentes e mortes no trânsito do DF, mesmo com o grande aumento da população e o enorme crescimento da frota. De 2006 a 2012 houve um aumento de 58,5% do número de veículos – passando de 883.676 para 1.400.650 – e de 27,8% no número de condutores habilitados – de 1.111.078 para 1.420.568.

 

Para se ter uma ideia da queda no número de vítimas fatais em comparação com o aumento da frota, o índice de mortos por 10 mil veículos/ano em 1995 era de 14,9, em 2006 foi de 4,7 e em 2012 atingiu sua menor marca (2,9), menor até que o aceitável pela ONU para países em desenvolvimento (3,0). Atualmente o Distrito Federal conta com 1.400.650 veículos registrados e 1.420.568 condutores habilitados.

 

Educação e fiscalização

Esse resultado se deve ao trabalho contínuo da educação de trânsito nas escolas, nas vias, nos locais de maior concentração de pessoas e veículos e, ainda, às operações de fiscalização de trânsito em pontos estratégicos – como as operações Funil, Último Gole, Rescaldo e Ação pela Vida – que muito ajudam a prevenir acidentes, tirando de circulação condutores inabilitados ou sem condições de dirigir e veículos em situação irregular.

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)