Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
25/05/22 às 18h05 - Atualizado em 25/05/22 às 18h05

GDF inicia reforço na iluminação de quase 800 faixas de pedestres

COMPARTILHAR

Com investimentos que chegam a R$ 6,6 milhões, o Programa Luz na Faixa atende nessa primeira etapa 425 travessias no Plano Piloto e 334 em Ceilândia

 

Um alerta de atenção redobrada para os motoristas e a garantia de reforço na segurança de quem passa a pé. Nesta semana, o Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do Departamento de Trânsito (Detran), começou a reforçar a iluminação de 759 faixas de pedestres em Brasília.

 

Lançado nesta terça-feira (24), pelo governador Ibaneis Rocha na estação de metrô em Ceilândia Sul, na QNN 16, o Programa Luz na Faixa vai atender nesta primeira etapa 425 travessias no Plano Piloto e 334 em Ceilândia. As regiões administrativas foram escolhidas por serem, entre as 33, as que concentram o maior número de faixas de pedestres no Distrito Federal. Na mesma ocasião, também foi assinada a ordem de serviço para o início das obras do Programa Luz que Protege.

 

“As faixas de pedestres são uma marca do Distrito Federal. E temos a obrigação de cuidar delas. Cuidar das faixas é cuidar da população que mais precisa: do pedestre, do ciclista, de quem no trânsito é menos valorizado, infelizmente”, disse o governador ao lembrar do atropelamento de cinco crianças, no final de semana, em Ceilândia, enquanto atravessavam a rua em uma passagem sinalizada.

 

O programa consiste na instalação de um poste de iluminação com cinco metros de altura, contendo uma luminária em LED de 120W, para as vias com até duas faixas de rolamento. Nas vias com mais de duas faixas de rolamento, serão instalados dois postes da mesma altura, sendo um em cada lado da via.

 

A potência da luminária representa um ganho de 79,34% em relação à iluminação média produzida pelas lâmpadas de LED de 72W – geralmente utilizadas nos postes de cinco metros de altura em vias públicas.

 

Com isso, o local da faixa ficará destacado em relação ao restante da via, sendo mais uma forma de alertar o condutor sobre a necessidade de atenção diante da possibilidade de travessia de pedestres. “Esta é uma ação não só de segurança no trânsito, mas também de segurança pública, pois ajudará a reduzir os riscos de criminalidade nestes pontos com o reforço na iluminação”, afirmou o diretor-presidente do Detran-DF, Thiago Gomes Nascimento.

 

Faixas e pedestres mais visíveis

A iluminação reforçada vai garantir maior visibilidade para os pedestres, mesmo nas calçadas e áreas próximas à faixa, fazendo com que a percepção do condutor seja imediata. Isso trará mais segurança, tanto para quem passa por ela de carro quanto para quem a atravessa a pé.

 

É o caso da comerciante Maria de Lourdes Pereira da Rocha, 63 anos. Cega do olho esquerdo e com visão limitada no direito, a moradora de Ceilândia circula a pé pela cidade e diz que já quase foi atropelada por não ser bem identificada na hora de atravessar a faixa. “Pra mim que tem restrições, essa luz vai ajudar muito, inclusive para enxergar a faixa e percebê-la mais ‘viva’”, acredita.

 

O custo de implantação é de R$ 6,6 milhões e tem prazo de execução de nove meses, com possibilidade de antecipação. A expectativa do Detran-DF é que em até quatro anos todas as 4,2 mil faixas de pedestres, em vias urbanas do DF, já estejam iluminadas. O governador Ibaneis Rocha avisou em discurso, no entanto, que quer esse prazo reduzido pela metade.

 

De janeiro a abril de 2022, foram registradas 14 mortes de pedestres, uma redução de 26,3% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 19 pessoas morreram vítimas de atropelamento no Distrito Federal. Se comparada a 2020, essa redução é ainda mais acentuada. Naquele ano, 23 pedestres foram vítimas fatais de acidentes.

 

Participaram da solenidade em Ceilândia os secretários de Governo, José Humberto Pires, e de Obras, Luciano Carvalho; o presidente da Ceb Holding, Edison Garcia; entre outras autoridades.

 

LED

O Programa Luz que Protege, por sua vez, chega às regiões de Taguatinga, Ceilândia, Sol Nascente/Pôr do sol com a perspectiva de substituir todas as 60 mil lâmpadas por modelos em LED até o fim de 2022. A modernização do parque de iluminação pública das três regiões administrativas tem investimentos previstos de R$ 40 milhões.

 

Somente em Ceilândia, serão substituídas mais de 27 mil lâmpadas por modelos em LED, que além de ampliarem significativamente a luminosidade das vias, são cerca de 40% mais econômicas do que os modelos tradicionais.

 

Com informações da Agência Brasília.

Foto: Renato Alves/Agência Brasília

Departamento de Trânsito - Governo do Distrito Federal

DETRAN-DF

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)