Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/06/19 às 18h00 - Atualizado em 18/07/19 às 10h48

Ações do Detran alcançam mais de 47 mil pessoas no Maio Amarelo 2019

Em maio, a Direção-Geral anunciou que realizará mudanças no sistema do Órgão para educar o infrator convertendo multa em advertência

 

Valquíria Cunha

(Brasília, 04/06/2019) – Durante o mês de maio, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) promoveu 105 ações educativas, 70 operações de fiscalização com o foco na Lei Seca e diversas intervenções de engenharia, conforme previsto no cronograma da Autarquia para o Movimento Maio Amarelo 2019.

 

Ao todo, 40.668 pessoas foram alcançadas nas ações educativas e cerca de 7 mil nas operações de fiscalização, que levaram a mensagem do Maio Amarelo para as regiões do Gama, Ceilândia, Brazlândia, Brasília, Planaltina, Recanto das Emas, Riacho Fundo II, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião, Núcleo Bandeirante, Taguatinga, Estrutural, Cruzeiro, Lago Norte, Águas Claras e Guará.

 

Para alcançar diferentes públicos, foram realizados vários tipos de atividades, a exemplo de passeios ciclísticos, palestras, ações em postos de combustíveis, universidades, Detran nas Escolas, blitz educativa, Cine Detran, participação em desfile cívico e evento para motociclistas.

 

A Engenharia Trânsito também atuou nas ações do Maio Amarelo. No total, o setor revitalizou a pintura de 51 faixas de pedestre, 327 lombadas, substituiu e reciclou 531 placas de sinalização. Além disso, alterou o sentido de circulação da via W7 Sul, localizada próximo ao templo da Legião da Boa Vontade (LBV). A mudança teve como objetivo organizar o fluxo de veículos no local e dar mais segurança aos pedestres, pois a região possui um hospital e elevado número de clínicas médicas.

 

Conversão de multa em advertência

 

Ainda no mês de maio, a Direção-Geral do Detran anunciou que realizará alterações no sistema de informática do Órgão para viabilizar o envio de cartas aos condutores que se enquadrarem nos requisitos do artigo 267 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que prevê, que uma vez não reincidente na mesma infração de natureza leve e média, o infrator poderá ter a multa convertida em advertência como forma de alerta e, sobretudo, educativa.

 

No modelo proposto, o Detran analisará os últimos 24 meses do histórico do condutor, e se o mesmo atender os requisitos previstos na legislação, a multa será convertida em advertência automaticamente. A medida já é prevista no Código, porém, no modelo atual o cidadão precisa comparecer ao Órgão e fazer a solicitação. A ideia é que este processo seja inverso. A previsão pra iniciar o projeto é de 60 dias.

Departamento de Trânsito do Distrito Federal - Governo de Brasília

DETRAN

SAM Lote A Bloco B - Edifício Sede do Detran/DF CEP 70.620-000 Central de Atendimento ao Cidadão: 154 (para quem está no DF) ou (61) 3120-9800 (para quem está fora do DF)